Joelho

Joelho

A ortopedia é a área da medicina responsável por tratar as patologias que envolvem todas as partes relacionadas aos membros locomotores, como ossos, tendões, músculos e cartilagens, incluindo o joelho.

A maioria das patologias relacionadas ao joelho e tratadas pela ortopedia são desenvolvidas após traumas causados pelo excesso de carga na região, principalmente durante a prática de esportes e de atividades físicas sem orientação. Algumas destas patologias têm cura definitiva, já outras não, mas podem ser tratadas para que o paciente possa levar uma vida saudável.

A orientação dada por um médico ortopedista especialista também serve para desmistificar algumas questões sobre as patologias do joelho como, por exemplo, a de que em alguns casos só a cirurgia irá gerar resultados positivos. Dentre as principais patologias do joelho, estão:

Artrose

A artrose é uma doença inflamatória que tem caráter degenerativo para as articulações do joelho. Os ligamentos também são acometidos pela artrose e, como consequência, o paciente irá sentir dor, inchaço e rigidez na região, principalmente durante o período matinal, além de dificuldade em apoiar o peso do corpo sobre o joelho lesionado.

A artrose está no grupo das patologias que não possuem cura, porém, com o tratamento feito com fisioterapia e medicamentos, o paciente pode levar uma vida mais saudável.

Condromalácia Patelar

A condromalácia patelar atinge mais de 150 mil pessoas por ano no Brasil e acontece quando há o desgaste da patela, que gera amolecimento e perda da cartilagem que envolve a patela. Os principais sintomas relacionados à condromalácia patelar são inchaço e dor no joelho. O paciente também pode sentir dor durante atividades básicas, como subir e descer escadas, ou ao ficar muito tempo em uma mesma posição. O tratamento para a condromalácia patelar é feito com fisioterapia e tem o objetivo de fortalecer os músculos da região do joelho, cessando a dor e o inchaço.

Fratura do Joelho

A fratura do joelho pode ocorrer por causas diversas como, por exemplo, trauma causado por impacto; estresse crônico; ou doenças que possam levar à fratura como câncer nos ossos. Para diagnosticar uma fratura do joelho o médico irá analisar sintomas como dor, edema e rigidez na região. Uma fratura do joelho pode ocorrer em várias áreas, sendo que o paciente pode apresentar fratura na patela; fratura do côndilo femoral; fratura da eminência intercondilar; fratura do tubérculo tibial; e fratura do platô tibial. Nos casos mais simples, o tratamento da fratura do joelho é feito com imobilização da região, já nos mais graves, indica-se a cirurgia.
O tratamento também estará associado ao uso de medicamentos como analgésicos e anti-inflamatórios e, nos casos de fratura exposta, à antibióticos. Para a recuperação completa o paciente será encaminhado para sessões de fisioterapia após a imobilização ou cirurgia.

Lesão do Menisco

A função do menisco, que é uma cartilagem presente no joelho, é diminuir o impacto nas articulações que envolvem, por exemplo, o fêmur e a tíbia. Uma lesão do menisco pode ser tanto traumática, quanto degenerativa. As lesões traumáticas estão relacionadas a atividades físicas ou traumas que lesionam a cartilagem, já as causas degenerativas estão relacionadas ao desgaste natural da estrutura óssea.
Os principais sintomas da lesão do menisco são dor e inchaço no joelho, causados pela inflamação da membrana sinovial e excesso de líquido sinovial.
O tratamento para lesão do menisco é feito com fisioterapia, aplicações de gelo e uso de anti-inflamatórios e analgésicos. Apenas nos casos mais graves o médico irá recomendar uma artroscopia do joelho.

Lesões Ligamentares (LCA, LCP, LCM)

As lesões ligamentares acontecem quando há um estiramento ou uma ruptura das fibras dos ligamentos (responsáveis por ligarem um osso ao outro e darem estabilidade para as articulações). Os sintomas envolvem instabilidade nos movimentos, dor, edema na região e joelho oscilante. As lesões ligamentares podem ocorrer no ligamento cruzado anterior, ligamento cruzado posterior e no ligamento colateral medial (LCA, LCP, LCM) e ocorrem durante a prática de exercícios físicos, ou em momentos de trauma, como quedas e acidentes de carro. O tratamento para as lesões ligamentares envolve sessões de fisioterapia e o uso de medicamentos para aliviar a dor.

Síndrome do Trato Iliotibial

Também conhecida como joelho do corredor, a síndrome do trato iliotibial (STIT) é uma lesão inflamatória que acomete principalmente pacientes que praticam esportes de grande impacto no joelho, como corredores e ciclistas. O constante atrito causado por movimentos repetitivos leva à inflamação no joelho. Os sintomas da síndrome do trato iliotibial envolvem dor na lateral do joelho; dor ao flexionar e estender o joelho; e edema. O tratamento da síndrome do trato iliotibial é feito com medicamentos, gelo e fisioterapia. Caso o tratamento conservador não surta efeito, recomenda-se a cirurgia.

Síndrome Femoropatelar

Considerada multifatorial, a síndrome femoropatelar (SDPF) é uma patologia que pode estar relacionada a desgaste, impacto, ou excesso de carga nos joelhos. Os sintomas da síndrome femoropatelar envolvem dores na região do joelho, devido aos danos na cartilagem localizada sob a rótula: essas dores são mais intensas quando o paciente tenta realizar movimentos que exijam esforço dos joelhos, como agachar. O tratamento para a síndrome femoropatelar é feito com fisioterapia e medicamentos.

Tendinite

A tendinite é a inflamação nos tendões que causa dor e inchaço. No joelho essa lesão ocorre no tendão patelar (que liga a patela à tíbia) e atinge cerca de 150 mil pacientes por ano no Brasil. Comum em praticantes de atividades físicas e esportes, os sintomas da tendinite envolvem dor, inchaço e rigidez no joelho. O tratamento para tendinite no joelho é feito com repouso, aplicação de gelo, uso de medicamentos e sessões de fisioterapia.

Clínica Memorial

Av. Santo Antônio, 53
Jardim Nomura - Cotia - SP
CEP: 06716-710

Fone:
(11) 4616-0406 (WhatsApp)
(11) 4148-8843
(11) 4148-2572
(11) 4206-4376

Fax: (11) 4148-2572

Horário de atendimento

Atendimento médico
Segunda a sexta - 08h00 às 18h00

Fisioterapia
Segunda a sexta - 08h00 às 18h00

Academia
Segunda a sexta - 08h00 às 20h00

Responsável Técnico

Dr. Luis Antonio Buendia
CRM: 79752
Ortopedia e Traumatologia
Cirurgia da mão

Dúvidas?

Fale com um de nossos atendentes.

Por telefone:
(11) 4616-0406 (WhatsApp)
(11) 4148-8843
(11) 4148-2572
(11) 4206-4376

Ou clique aqui e faça sua pergunta.